Asma, como conviver.

Não nascemos com asma, mais com o passar dos anos , podemos vir a ter essa doença penosa,sim muito penosa, porque ar é vida e sem ele morremos.

A minha primeira crise eu tinha uns 17 anos.Minha mãe morava na baixada santista, e era zeladora  de um prédio ou melhor meu pai.Um dia de visita a seu ap vi os azuleijos brancos do banheiro muito incardidos,com aqueles riscos pretos, e resolvi dar um banho de cloro puro neles.O ambiente era muito sem ventilação e me senti sufocada na hora, a noite eu tive minha primeira crise de asma.

Depois ficou assim toda vez que eu mexia com mofo ou pó, a noite sentia falta de ar.Depois de algum tempo fiz um curso básico de cabelo e percebi que as químicas de relaxamento me deixava cansada a noite,fiquei muito tempo sem trabalhar com salão ai voltei a trabalhar faz uns 6 anos, e percebi que as químicas do salão estavam me matando de asma.Até cheguei a mudar meu salão pra uma avenida com trânsito bem movimentado e sendo meu salão bem pequeno na beira  com uns 3 métros para calçada, quase morro , além do mais eu estava fazendo progressiva com formol.Fui parar umas três vezes no hospital, uma dessas vezes quase desmaiei esperando o atendimento .

Hoje eu estou tirando toda química do salão , faço ainda alguma tintura e alizamento com máscara .Aprendi numa reportagem  recente que a vitamina D adquerida com banho de sol de 45 minutos é muito importante para diminuir as crises de asma, e pessoalmente pra mim tem  tido uma melhora grande no chiado que eu estava a noite,pois quase toda noite eu estava tendo uma crise , bem tarde  quando ia dormir, e eu estava usando bonbinhas atiflamatória toda noite pra conseguir dormir o que mudou com banho de sol.

Todos os dias depois do café vou fazer minha leitura no sol uns 20 minutos.Está para liberar um medicamento natural lá do norte , chamado orelha ou pata de onça  me foge agora, que dizem as pessoas estão usando as folhas e raízes e mesmo ficando expostos aos causadores da asma já não estão sentindo crises .

ImagemAconselho aos que tem essa doença, consultar um bom pneumologista e fazer um tratamento sério, é muito difícil pelo sus ,pois os medicamentos desse tratamento é bem caros, é muita mentira que o sus da de graça, eles fornecem uns bem baratinhos só pra pessoa sobreviver, mais não da melhora significativa por isso prepare-se para gastar um pouco. 

Anúncios

Um comentário sobre “Asma, como conviver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s